A opinião dos insensatos

sábado, 18 de dezembro de 2010

Tenho lido e ouvido por aí alguns babacas tripudiarem em relação ao Laboratório Santa Luzia e sua relação com o Avaí Futebol Clube. Obviamente que não é novidade para ninguém, a não ser que o sujeito more em Marte e venha passar as férias na Ilha, que o presidente do Avaí e alguns outros membros da direção do Leão estão envolvidos com o referido laboratório, direta e substancialmente.

A principal pergunta é: há algum crime nisso?

É bom saber, para estes babacas de plantão, cujo cérebros raquíticos e desprovidos de neurônios expõem suas bobagens, que isso é fator corriqueiro no mundo, o de pessoas envolvidas com o futebol estarem, também, inseridas em outras atividades. E um coisa não está, diretamente, relacionada com a outra.

Uma das alegações dos imbecis, patológicos e comportamentais, é a de que se ganha dinheiro com merda no laboratório e, por alusão, o Avaí tambérm estaria inserido no mesmo contexto. Obviamente que na sede de cornetagem, os babacas pouco ou nada entendem do que falam. Esquecem, os babacas, que naquele laboratório não se ganha dinheiro com merda, mas se mapeia as doenças ocasionais e oportunistas que afloram nosso mundo tropical, não apenas na merda, mas no sangue, em líquidos corporais os mais diversos, em lesões ocasionadas por fungos, bactérias, vírus, parasitas e outros organismos que possam levar a traumas, doenças e indisposições aos humanos.

O papel que empresas como o Laboratório Santa Luzia desempenha na sociedade tem a relevância de se antecipar às agruras que dominam os seres humanos, fator que remonta a anos. Claro que como emrpesa privada tem seus custos e suas necessidades financeiras, o que não impede de, ao menos, desempenhar um papel social nesse contexto.

Saliento que o Laboratório Santa Luzia é dotado dos mais avançados requisitos de qualidade no meio, situação que o desponta como referência na área. Imputar a este ambiente única e tão-somente a captura de aportes financeiros para o Avaí é mesquinho, leviano, insensato e imbecil. A imbecilidade típica daqueles cujos cérebros lhes faltam.

Falem as merdas que quiserem falar, a bobagens que quiserem dizer, mas respeitem, ao menos, a dignidade das pessoas e suas atividades. Não misturem as coisas.

19 comentários:

  1. GiSevero disse...:

    Alexandre, boa tarde!

    eu sou, na tua particular opinião, uma das babacas e imbecil patológica...

    "Alusão" diz respeito à "referência vaga e indireta" e por isso eu já disse que deveriam fazer no Santa Luzia as merdas e não no AVAÍ. Disse, repito e assino em baixo meu nome e sobrenome, porque é exatamente o que eu penso.
    Em nenhum momento este dizer quer referir-se a qualquer questão ou competência do Labaratório SL, que como mané e moradora da ilha desde o útero da minha amada mãe Avaiana, conheço e utilizo os serviços... minhas matérias fecais também já foram pra lá. Porque lá é o lugar!
    Teu arroubo de funcionário eu até compreendo, mas a miopia simplista com que fizeste a abordagem, não!
    Tu disseste o que pensas e eu espero que aceites que outros pensam diferente de ti.
    Pra quem sabe ler, um pingo é letra!

  1. Concordo plenamente com a tua última frase: para quem sabe ler, pingo é letra.

    Se confudes os pingos e as letras, não sou eu que vou te ensinar.

    Quando dizes que "devem fazer no Santa Luzia as merdas e não no Avaí", vocês e mais um monte de babacas (opção sua, não minha) ofendem mais de 600 funcionários daquela empresa.

  1. Anônimo disse...:

    Caro blogueiro essa postagem foi completamente infeliz pq misturou alhos com bugalhos para responder uma única pessoa que não passa de um doente

    http://nobreazurra.blogspot.com/2010/12/nerto-machado-o-inventor.html

    Depois vem essa senhora leitora que quer parecer professora de português na marra escrever um monte de baboseiras pq na real nem entendeu o que vc escreveu.

    Descupe amigo mas nada aqui parece ter "força azurra"

    Porto.

  1. Porto, tem horas que o sangue ferve e o cachorro tem que fazer xixi no canto pra marcar território.
    Não respondi apenas a este infeliz do blog, mas a todos que usam os mesmos argumentos confusos e toscos. O local onde trabalho merece respeito. Por diversas vezes a mesma frase é repetida.

    Já há tempos que venho lendo e ouvindo isto, o que faltou foi oportunidade.
    Quicou na área, eu chuto.

  1. GiSevero disse...:

    Meu caro, quem está confuso não sou bem eu, não...

    Nosso assunto é o AVAÍ, não é laboratório nenhum...
    Eu não preciso repetir o que o Aurélio diz sobre o significado de "alusão"...
    Sobre as minhas opções, eu prefiro que deixes que eu mesma as faça. E justamente por não ser babaca, tampouco imbecil é que te respondi.
    Então, tu achas que eu ofendi mais de 600 funcionários? E tu não estás ofendendo a nação azurra?
    Mas, 4ª feira está chegando e vamos ter a oportunidade de nos conhecer pessoalmente no Caldo de Peixe do Tarnowsky e verás que eu não sou tão babaca, nem tão imbecil assim! Claro, se tu quiseres ver...

  1. GiSevero disse...:

    Lendo o Porto, quero que fique bem claro que não estou advogando na causa de NINGUÉM, senão na minha...
    Vesti o chapéu e, portanto me defendi!

  1. Olha, Gi, não entendi a tua bronca. Sinceramente, minha postagem foi direta e objetiva, mas não "a uma pessoa". Há tempos que ouço estas frases e estas suposas "alusões', que de alusivos nada têm.
    É uma acusação absurda. "Ah, mas não queria ofender ninguém". Pois é, viu como funciona? Eu também não quis ofender ninguém.
    Mas eu cobro respeito. Não dá pra sair por aí ofendendo a tudo e a todos como se nada fosse nada.
    As pessoas estão usando de um negocinho chamado estereótipo, que é feio, recalcado e sem noção.
    Repito: dizer que as merdas devem ser feitas no laboraório e não no Avaí é ofensivo, sim, não tem nada de alusivo. E se for brincadeira, é de péssimo gosto.
    A propósito, vou na quarta feira e pretendo me divertir.

  1. valter disse...:

    Parabéns por este post Alexandre. Também penso assim, o Avaí é uma coisa e o Santa Luzia apesar de ser dirigido pela mesma pessoa, é outra coisa. Tem muita gente se passando, faz horas.

  1. GiSevero disse...:

    E vivam as diferenças, amigo.
    Não é uma bronca, são opiniões divergentes. Quem sabe semântica...(essa é pro Porto... hehehe).

    Com certeza vamos nos divertir, Alexandre. A 'turma do ATF' não é fraca hahahahaha
    E é só porque eu te respeito que te li e escrevi... bandeira branca, sempre!

  1. Que assim seja, Gi. Que fique bem claro que eu defendo e sempre defenderei as coisas que são minhas, que me são caras.
    Não sou nem mais e nem menos avaiano do que ninguém, mas defendo o Avaí com unhas e dentes. E ai de quem falar mal do Avaí.

    Também não sou o melhor e nem o pior empregado do Santa Luzia, mas defendo aquela empresa abertamente.

    Eu dou muito valor às coisas que eu gosto, por isso vivo brigando com um monte de gente.

  1. João Jr disse...:

    Essa frase idiota eu ouvia muito dos torcedores do estreito, até 2008. Depois do nosso acesso, pararam com isso. Agora um avaiano falar uma coisa dessas é f... Não conheço o Zunino, sou sócio desde o tempo do Flávio Félix, e o dia que tivermos uma nova diretoria continuarei sócio, enquanto eu tiver condições de pagar, por isso não entendo muitos da nossa torcida. Se algo dá errado, o Zunino é ofendido a vontade. É óbvio que ele cometeu e comete erros, mas que se critique o erro dele, a decisão mal tomada, mas não a pessoa do Zunino, ou o profissional no ramo de atividade dele. Fazer isso é ser no mínimo ignorante, na minha simples opinião. Fora a falta de respeito com uma empresa tão conceituada e genuínamente catarinense como o Laboratório Santa Luzia.

  1. Xará,

    A ausência de argumentos, seja por carência de capacidade intelectual, seja por insuficiência mental ou mesmo por despreparo emocional, leva as pessoas a perderem o rumo da boa educação e agredir os que discordam deles e todos os que os rodeiam.
    Sofro isso na pele, mas o benefício da democratização da internet nos traz os ônus de deixar que imbecis falem o que bem (não)entendem e tantos outros serão suas vacas de presépio.
    Vou abusar da minha liberdade e te repreender para que não voltes a dar tanta importância para estas agressões gratuitas aos teus amigos e companheiros de empresa.
    Só me sinto à vontade de te dizer isso porque estou com a cabeça suficientemente fria para enxergar as coisas de fora , mas se fosse comigo, eu teria mandado estes e outros tantos imbecis à merda ou à pqp. Mas o melhor conselho que eu posso te dar é que faças o que eu digo, mas não faças o que eu faria.
    Mandou bem Xará!

  1. Eduardo disse...:

    Não é que exista problema em um profissional atuar em mais de uma área. Não vi em lugar algum e nem no blog citado essa contestação.
    Alexandre você foi infeliz com o teu post, aprenda que pra se atuar em dois segmentos tem que se ter conhecimento diferenciado das áreas, fica claro que o Nerto é muito bom no SL, no Avai ano passado foi um bosta e fez um monte de merda.

  1. João Jr, este é o ponto que mais me incomoda, que é os avaianos (não todos e não é a maioria, felizmente) cairem no mesmo discurso negativista da torcida do nosso rival. Há uma raiva incrustada na Ressacada, que é pérfida. Nada está bom. Nem em nosso melhor momento havia gente contente.

  1. Xará Mendonça, como eu frisei, o que nós, funcionários do Santa Luzia, engolimos de sapo não é mole.
    Isso aí é só a pontinha do bolco de gelo.

  1. Eduardo, a parte discutível do trabalho do Nerto no Avaí foi em relação à majoração de preços. Não é preciso dizer quais foram os prejuizos.
    Mas, ressalve-se, foi graças ao trabalho dele que hoje o Avaí não deve pra ninguém. Todas as grandes dívidas que atravancam nosso financeiro foram sanadas. Hoje temos um clube enxuto, é bom que se diga. Portanto, algumas críticas são levianas.
    Ah, você não sabia disso? Bom, isso não significa dizer que tenhamos que levantar as ofensas, não concordas?

  1. Bibi disse...:

    "Falem as merdas que quiserem falar, a bobagens que quiserem dizer, mas respeitem, ao menos, a dignidade das pessoas e suas atividades. Não misturem as coisas."
    ***Alexandre C. Aguiar***

    Pra mim o Nerto não serve para o Avaí, fez a maior merda de todos os tempos lá dentro, abalou a relação da torcida com clube, pode servir e ser um bom profissional lá no laboratório Santa Luzia.
    Onde é que estou misturando as coisas?
    Ao que parece é o teu lado profissional que mistura tudo.
    Foi o pior post que eu já li em todos os blogs avaianos e em todos os tempos, parece que foi direcionado, mesmo assim, eu como leitora me senti ofendida, não é de hoje que vives a chamar os avaianos de tansos (Já citado pelo blog do André Tarnowisky) Ai, coitado!!!

  1. Bibi, se você não mistura as coisas, parabéns pra você. Ocorre que muita gente mistura e foi para elas que a postagem foi endereçada. Perdestes o teu tempo, portanto, divangando sobre isso.

    Quanto ao André Tarnowisky, é um amigo do peito, um irmão que eu adotei. Gosto dessa camarada demais. Dessa forma, querer criar uma intriga é outa perda de tempo tua. Mude o alvo, ou tome uma maracujina. E eia, muitas vezes, o preâmbulo do meu blog. Quem sabe aprendas alguma coisa.

  1. Seu Cunha disse...:

    Alexandre...
    Tomei conhecimento dessa tua postagem e resolvi responder também com uma postagem, já que aqui não me é dado o direito de postar comentários.
    Meu nobre...
    Acontece que não sou contra a pessoa, sou contra o profissional.
    Já no teu caso, eu sou contra a tua postura e não contra a tua pessoa. Pode ser difícil acreditares, mas acredite, não tenho nada contra a pessoa Alexandre Carlos Aguiar.
    Abraços,

Postar um comentário

Os comentários aqui postados sofrerão moderação. Anônimos serão deletados, sem dó, nem piedade.
Não serão aceitos comentários grosseiros com palavrões, xingamentos, denúncias, acusações inverídicas ou sem comprovação e bate-bocas.
Não pese a mão. A crítica deve ser educada e polida.

 
Força Azurra © 2011 | Designed by VPS Hosts, in collaboration with Call of Duty Modern Warfare 3, Jason Aldean Tour and Sister Act Tickets