Rótulos de Botequim

quinta-feira, 15 de setembro de 2011

Como já explanei por aqui, na fase em que se encontra o Avaí, as críticas e cornetagens a rodo são fáceis e tranqüilas de serem expostas. Qualquer coisa que se diga contra a instituição, contra os jogadores, contra o presidente e até contra alguns torcedores é sempre bem-vinda e o articulista do tema será sagrado rei da opinião. 

Quer estar no centro da roda e ser consagrado celebridade? Bata no Avaí, sem dó e nem piedade. Bater em bêbado e chutar cachorro morto não gera stress e não exige muito esforço. Quero ver é o sujeito manter uma opinião contrária à maioria, sabendo das dificuldades e dos problemas existentes, mas apresentando soluções confiante no que elas podem reverter. Quero resaltar que, como todo processo democrático, críticas são necessárias, como forma de se construir pelo contraditório.

Chamo a atenção é para a crítica chinfrim, que abuse do tacão, que esmague sem direito a uma contrapartida. É evidente que por trás da crítica sem noção, aquela que aponta defeitos além dos que já são terríveis, há interesses. Ora, alguém vai querer me enganar que isso não é ato de cobra mandada? “Ah, eu sou lúcido e não tapo o sol com a peneira.” Ãhãã, sei.

O Avaí está numa situação terrível. Disso todo mundo sabe. Não estou aqui querendo passar a mão na cabeça de ninguém. Vamos lamentar até o fim esse planejamento rastaqüera que foi feito na Ressacada. Não precisávamos passar pelo que estamos passando, por sermos a torcida mais fiel de Santa Catarina. É óbvio que precisamos fazer auto-críticas e mostrar que o caminho escolhido foi errado. Muita coisa que está aí precisa ser revista para o próximo ano, independente de qual série estejamos. Só temos um clube para torcer e é com ele que nós vamos, seja aonde for, mas não queremos os dissabores abusivos. Fazer futebol não é fácil e fazer com força para fazer errado é pior ainda. 

É fácil perceber que o império das vaidades tomou conta de nosso clube. Há gente remando contra, ou usando remo furado, que é para o barco não andar. É a história dos interesses em jogo. Mas, embora tudo isso esteja ocorrendo à frente de nossos narizes, não vou torcer contra e nem tripudiar sobre isso. Não vou fazer chacotas desnecessárias e nem ofender, achincalhar, impor uma ordem que só eu acho que é correta. O meu clube é o Avaí e é para ele que eu torço. Torço para que dê tudo certo, ainda que com os problemas que ora observamos.

Não faço média, por exemplo, para agradar torcedores do rival, ainda que tenha amigos por lá, só para dar uma carinha de intelectual, ou ficar de bem com a turma. Nem apoio as atitudes mesquinhas de gente da imprensa para posar de bacaninha e manter uma audiência. Tampouco aponto os entraves ao entorno para desviar o foco. Essa é a melhor de todas. Tem gente que largou o Gardenal, e agora acha que estamos pondo chifres em cabeça de cavalo.

Apoio, sim, sem medo algum de errar, a administração do presidente Zunino e quero que ela dê certo. E não é nem por fazer parte de sua empresa, como alguns abobados gostam de me rotular, mas é porque ele é o presidente de nosso clube. É dele que se espera alguma atitude coerente com a sua biografia. Não tenho nenhum problema com relação a isso, minha cabeça é bem levinha e meu travesseiro é molinho. 

Não estou defendendo o meu emprego, pois sou capaz o suficiente para confiar no meu taco. Diferente de outros por aí, fracassados e esquecidos, que precisam chutar nosso clube para obter um lugarzinho ao sol, na fase ruim. E na fase boa chorar alucinadamente para parecer um fiel seguidor e, quem sabe, alimentar-se de farelos.

Quer aparecer, pinta a bunda de roxo.

Ah, não gostou do texto? Pois é, eu sou assim, sou violento mesmo.

9 comentários:

  1. Carmen Fuhrmann disse...:

    Aguiar,

    Empregos são mantidos por qualificação. Embora muitos achem realmente isso, que se apoia para manter empregos. Como dissestes no meu blog: NO MEU MUNDO MANDO EU. Isso é importante, manter-te fiel as tuas crenças, INDEPENDENTE do que dizem ou pensam os outros, e melhor, sem nenhum receio de falar o que pensas. Parabéns!

  1. Rafael VE disse...:

    O Presidente que tu apoias é o mesmo que por 2 anos virou a cara para a torcida e não vai admitir estes e todos os outros erros tão cedo.

  1. Kk de Paula disse...:

    Perfeito o teu post.
    Assino embaixo.

  1. Pois é, Carmen. Eu tenho convicções e não são por causa de um emprego.

  1. Rafael, no texto eu deixo bem explícito que não é assim. O mundo não é apenas preto e branco, alto e baixo, dentro e fora. Percebes?

  1. Vamos levando, Kaká. Cada vez mais com violência.

  1. Adriano Assis disse...:

    Não achei violento... Foi só um afago sutil...

  1. Rafael VE disse...:

    Torço sinceramente para que a administração Zunino dê certo para os AVAIANOS. O que, está provado por atitudes contínuas, nunca será. O avaiano não é o alvo de satisfação desta administração.

  1. Serjão Jr disse...:

    Aguiar falando em botequim, lembrei da ultima fanfarrice de Felipão. Por força de contrato Lincoln não pode jogar contra o Palmeiras.
    Felipão deu declarações nada simpáticas sobre Lincoln. Alem de não aproveitá-lo quando estava no Palmeiras, em entrevista coletiva, o treinador mostrou certa magoa e a certeza que enquanto estiver no comando do time alviverde, com ele o jogador não terá vez.
    Sem medir as palavras, ao estilo coronel, insinuou que em breve veremos o lado negativo de seu desafeto.
    Não perdoar tudo bem, mas se o meia é tão insignificante. Porque não tomar a iniciativa de liberá-lo para que possa jogar domingo?
    Caso Luiz Scolari não tome essa iniciativa, não tem desculpa, ele prova a qualidade do craque e mostra ser uma pessoa raivosa e mesquinha.
    Esse é tipico caso do traído(para não dizer outra coisa). Fala mal, morre de amores, não assume, não da amor, não libera e fica puto quando a outra parte se da bem em outro relacionamento. Ele tem força para influenciar os diretores, mas não fara porque sabe do potencial de nosso jogador. Tipo fanfarrão de botequim. O famoso segura se não eu brigo.Hehehe

Postar um comentário

Os comentários aqui postados sofrerão moderação. Anônimos serão deletados, sem dó, nem piedade.
Não serão aceitos comentários grosseiros com palavrões, xingamentos, denúncias, acusações inverídicas ou sem comprovação e bate-bocas.
Não pese a mão. A crítica deve ser educada e polida.

 
Força Azurra © 2011 | Designed by VPS Hosts, in collaboration with Call of Duty Modern Warfare 3, Jason Aldean Tour and Sister Act Tickets