Os abobados e a prepotência

domingo, 23 de janeiro de 2011

Os abobados da rádio que troca as notícias, aquela da rede gaucha de baixos salários, estão em êxtase. Orgasmos múltiplos são ouvidos pelos jornalistas e narradores da famosa rede de entretenimento. O time deles está lavando a égua, aproveitando a aguinha que cai insistentemente no litoral e patrolando. Pudera, os homens deles estão jogando com praticamente o mesmo time do ano passado, quando subiram da série baixa para a elite. Estão fazendo o normal e o trivial e aproveitando a maré.

Quem não está fazendo isso, favorecendo-se da maré alta, é o tal Avaí do Sul da Ilha. Ao contrário de nossa história, o Avaí preferiu arrotar uma prepotência há muito não vista por aqui, só percebida em anos pretéritos naqueles mesmos lados do Continente. Para quem não lembra, por lá dizia-se que tinham uma máquina, que eram o Real Madrid tupiniquim, e por anos tivemos que engolir estas asneiras.

Porém, junto com os jogadores que fizeram carreira naquelas bandas, adotamos aquele discurso mequetrefe e boçal.

Eu sou um otimista por natureza. Quem me lê, sabe que apoio, incondicionalmente, as coisas na Ressacada. Tem gente que não entende e pensa que sou pago pra fazer isso. Coitados!

Mas, o que está me incomodando, o que me deixa fora do sério, além de nossa terrível campanha nesse início de campeonato, é essa postura arrogante assumida pelos lados do Sul da Ilha. Até torcedores antes humildes e sensatos estão se tornando arautos da barriga grande. Nós não somos assim. Nunca fomos desse jeito. Somos o time da raça, de levar as coisas a sério, de fazermos de cada partida de futebol uma batalha, uma verdadeira guerra.

Achar que é “normal e trivial sair perdendo um campeonato”, que “assim que a musculatura soltar”, que “Marquinhos vai tocar o terror”, que "ainda nem estrearam fulano e beltrano" e que seremos campeões aos bocejos não são coisas de avaianos. Por favor! Sejamos humildes e sensatos.

O campeonato catarinense é difícil e não essa baba que estão divulgando por aí. E, vamos combinar, é o único título que poderemos comemorar nos próximos anos. Estou pensando pequeno? Não, apenas tenho os pés no chão e a cabeça no lugar, com sonhos sonhados sobre travesseiros molinhos.

Se ainda quisermos ser levados a sério, se não quisermos que os outros façam escárnio de nossa gente e de nossa história, que valorizemos aquilo que nos está ao alcance. Definitivamente, quero meu Avaí de volta.

2 comentários:

  1. evefloripa disse...:

    Excelente post, chega de amadorismos, soberba, petulância. Um pouco mais de humildade e de comando, que parece que está faltando bastante. E vão treinar, vão...

  1. Pois é, Eve, o papel aceita tudo. O time escalado é uma maravilha. O Barcelona do Sul da Ilha já é campeão e até botou faixa.

Postar um comentário

Os comentários aqui postados sofrerão moderação. Anônimos serão deletados, sem dó, nem piedade.
Não serão aceitos comentários grosseiros com palavrões, xingamentos, denúncias, acusações inverídicas ou sem comprovação e bate-bocas.
Não pese a mão. A crítica deve ser educada e polida.

 
Força Azurra © 2011 | Designed by VPS Hosts, in collaboration with Call of Duty Modern Warfare 3, Jason Aldean Tour and Sister Act Tickets