O filé mignon dos censores: os blogs

sexta-feira, 27 de maio de 2011

Passada a quarta-feira insana, onde fomos atropelados pela nossa própria incompetência, voltamos nossos olhos para o Brasileirão. E olhe lá!

Mas o que vou abordar é algo sério. Não quis tocar nesse assunto antes, pelo motivo óbvio, que era o foco neste jogo pela Copa do Brasil. Mas agora, depois do que li aqui, no blog ELAS GOSTAM DE FUTEBOL, não há escapatória. Vou falar, sim, sobre a censura que se tenta fazer valer na blogosfera, pois é algo que está entalado na garganta.


Quem viveu o momento do regime militar, como eu, onde os milicos de plantão faziam o que bem entendiam sob a força dos coturnos, sabe como nos são caras a democracia e a liberdade de expressão.

Já não é de hoje que se tenta cercear a palavra de alguém, em qualquer lugar, sob diversas maneiras. Reprimendas, mentiras, dissimulações, intimidações, ofensas, palavrões, insultos, coações, até ameaças são corriqueiros para quem quer calar. Em alguns países utiliza-se, inclusive, como na ditadura militar, da censura oficial. Tudo feito para coibir a palavra de alguém. E os fracos e medíocres, que adoram uma censura, não enfrentam seus alvos cara a cara, mas através do anonimato porco e inconseqüente. Alguns deles valem-se, inclusive, da justiça (a mesma justiça que deveria manter e garantir a liberdade e os processos democráticos) para inibir ou proibir alguém de dizer ou escrever alguma coisa.

Como disse, a censura é apanágio dos fracos, que não possuem argumentos.

Os blogs, de todo o tipo e de todos os matizes e cores espalhados pela internet, são os alvos preferidos dos censores bocós de plantão. Se antes os articulistas de jornais eram os mais visados, a tentativa de censura esvaia-se na distância entre um jornalista e seu leitor. Nos tempos em que apenas os jornais difundiam fatos e opiniões, cortar a fala de alguém era muito mais difícil, embora não fosse impossível.

Com a disseminação da internet, qualquer humano dotado de ao menos dois neurônios é capaz de expor na rede mundial de computadores a sua palavra. É a exacerbação da liberdade de expressão. O humano ampliou a sua capacidade de ser um animal falante e escrevente, e com opinião. Mas, isso incomoda. Dizer o que se pensa é perigoso.

E os blogs, artefatos eletrônicos onde são disseminadas as palavras e opiniões de cada um dos animais falantes e escreventes do planeta, que chegam aos mais longínquos rincões dessa esfera azul, conseguem ser a via de mão dupla antes pretendida e não alcançada pelos jornais. Por isso, a tentativa de censura aí é mais incisiva e perniciosa.

A blogosfera avaiana é composta de blogs com as mais variadas opiniões. Todos com a sua razão e com credibilidade garantida. Mas, para alguns, a expressão parece incomodar. Recentemente me vi coagido e insultado por proferir uma opinião. Não vou correr disso, pois quem já enfrentou baionetas caladas da ditadura não vai se intimidar por uma ou duas letrinhas chinfrins. Alguns amigos blogueiros estão sendo processados por dar uma opinião. E, agora, as companheiras de blog acima foram, para ser bem bonzinho, desrespeitadas por também dizer o que pensam.

A estes que possuem um blog e querem expressar suas idéias, aqui vai um pedido: não desanimem. Isso nos dá força. Se incomodamos é porque somos lidos. Aos postulantes a censores, um conselho: vão estudar, malandros, pois o tempo de vocês acabou.

2 comentários:

  1. Aguiar, assino embaixo! O que aconteceu com a querida carmen, foi lastimável, primeiro porque o cara mudou o foco do futebol e a ofendeu, com um papo machista e "demodé", coisa de quem não entende P*** nenhuma de futebol,. aí quer dar uma de machão, pois ficu incomodado com a opinião dela, que aliás (sou suspeito prá falar), entende de futebol sim e tem sua opinião formada. Eu a admiro muito, e é como disseste, não podemos parar, mesmo que esses "latidos" continuem, a Caravana Avaiana Não Para!!!

Postar um comentário

Os comentários aqui postados sofrerão moderação. Anônimos serão deletados, sem dó, nem piedade.
Não serão aceitos comentários grosseiros com palavrões, xingamentos, denúncias, acusações inverídicas ou sem comprovação e bate-bocas.
Não pese a mão. A crítica deve ser educada e polida.

 
Força Azurra © 2011 | Designed by VPS Hosts, in collaboration with Call of Duty Modern Warfare 3, Jason Aldean Tour and Sister Act Tickets