O Segredo do Avaí

segunda-feira, 18 de julho de 2011

Quando temos um pensamento positivo, não é qualquer obstáculo que nos derruba. Isso não é nenhuma pregação messiânica, mas uma forma de sempre pensarmos para frente, pois para trás já bastam as nossas burradas e agruras. Sim, o pensamento positivo funciona. Não nos moldes da Lei de Atração, a de que “semelhante atrai semelhante”, um libelo criado para tirar dinheiro dos trouxas, mas uma forma de se buscar soluções para se resolver problemas.

É verdade que, os humanos, vivemos nos agrupando. Aquela balela cristã de os opostos se atraem é conversa mole. Queremos é estar sempre ao lado de quem nos sentimos bem, de quem dispomos as mesmas afinidades, as mesmas razões culturais, os mesmos afetos. Uma relação necessita de mais semelhanças do que diferenças para funcionar.

Por isso, é necessário convocar o torcedor avaiano para este jogo contra o Colorado de Porto Alegre. Não a convocação chorosa e lamurienta. Não um apelo ao coração, que está crivado de balas pela inoperância administrativa e cuidados sem nexo de uns ou de outros para com o elenco avaiano.

O Segredo do sucesso do Avaí é a presença de sua torcida nos estádio, fiel e festiva, admirável e admirada por todos. É disso que o Avaí precisa. E pensando positivamente junto. Apenas isso! Não existe nada de mágico, salvador ou alucinante em uma torcida pensar positivo.

O Avaí Futebol Clube, após seus anos de Série B, tentando sempre, todos os anos, um lugar na elite do futebol nacional, quando chegou deixou de ser um singelo aspirante para cair na dura realidade. A mesma realidade que faz 20 dos 20 clubes mais importantes do país deixarem de ser virgens vestais e assumirem suas necessidades de “fazer caixa” para se manter.

Contudo, lamentavelmente, constatamos a participação neste seleto grupo da maneira mais insana e irresponsável que poderia ocorrer. Afastaram a torcida e descuidaram do clube. Priorizaram os negócios e esqueceram o futebol. Para quem é um simples clube periférico, deu no que deu.

Ocorre que, apesar dos pesares, se nós, os torcedores, ainda temos algum valor, que o façamos acontecer das arquibancadas. Se somos meros porras-loucas que torcem, vibram e se emocionam, e se ainda temos algum sentimento pelo futebol e pelo clube, que o façamos bem e da melhor maneira que todo avaiano sabe fazer.

Ou então que cada um, a partir de agora, fique em casa assistindo ao campeonato mundial de curling.

5 comentários:

  1. Por mais difícil que possa estar a situação fora do gramado - administrativamente - ainda assim, somos torcedores, como você mesmo disse: uns porra-louca, e paixão é isso, estar do lado INCONDICIONALMENTE. O momento é de união e isso a torcida sabe bem como funciona, por isso com certeza na quinta-feira, a torcisa irá atender ao chamado.

    Eu estarei lá!

  1. Seu Cunha disse...:

    Este segredo a direção sabe, infelizmente não fazem nada pra trazer o torcedor de volta, vamos aguardar as ações de hoje da reuneião extaordinária e vamos ver se eles realmente querem o torcedor na Re$$acada.
    Abraços!

  1. Carmen, a minha empolgação é diretamente proporcional á história do clube. O passado, para mim, é mais importante. O presente é apenas uma continuação, com mais baixos que altos.

  1. Seu Cunha, sinto lhe informar, mas não espere muito disso.

  1. Como sempre falo: Somos uma torcida calejada, enfrentamos trânsito, frio, chuva, pagamos mensalidades e ingressos caros, mas somos fiéis. Pena nossa diretoria não dar valor a isso.

Postar um comentário

Os comentários aqui postados sofrerão moderação. Anônimos serão deletados, sem dó, nem piedade.
Não serão aceitos comentários grosseiros com palavrões, xingamentos, denúncias, acusações inverídicas ou sem comprovação e bate-bocas.
Não pese a mão. A crítica deve ser educada e polida.

 
Força Azurra © 2011 | Designed by VPS Hosts, in collaboration with Call of Duty Modern Warfare 3, Jason Aldean Tour and Sister Act Tickets