Futebol, uma caixinha de bipolaridade

quarta-feira, 17 de agosto de 2011

Sou torcedor do Avaí desde guri. E sempre torci para os times do Avaí ao longo de minha vida. Onde havia jogos do Avaí eu ia, independente da distância, coisa que não faço mais em função da violência nos estádios. Mas, assim como ia ao Adolfo Konder, vou frequentemente à Ressacada. É uma das razões que me motiva. Todavia, o Avaí passa por problemas graves, que já enfrentou no passado em campeonatos diferentes, é bom lembrar, e que poderá também sair por cima, bastando alguns acertos.

Claro que não sou burro. Sem essa de acreditar cegamente e aprovar tudo o que se faz. Sabemos que nestes últimos tempos as coisas não estão fáceis e tem gente fazendo uma força danada na peruca para a coisa não vingar. Por isso, estou longe de ser admirador contumaz de uns ou outros. Eu aprovo é as coisas feitas em benefício do Avaí e torço, bastante, para que, ao menos uma vez, façam certo. Agora, sou refratário a esta onda de ódio visceral que se instalou por aí. Tô fora!

O Avaí precisa é de sua torcida. É fato! A diretoria quis reverter essa paixão em um negócio. Até poderia dar certo, mas para todo negócio há uma contra-partida, coisa que faltou nessa engrunhia toda. Resultado? Passamos 2010 com o fiofó nas mãos e em 2011 já levaram nosso fiofó. Mas, apesar de você, amanhã há de ser outro dia, como diria aquela canção.

O que nos resta como torcedor é torcer. E torcer a favor, o que parece redundância, mas é sempre bom lembrar. O cara que me aparece na frente querendo torcer contra ou querendo que o time perca para que fulano ou floriano vá embora da Ressacada, me perdoe, pode ser tudo, menos um torcedor. É um Zé Ruela qualquer, um sabujo de tempos no qual se pescava com tarrafa sem rufu.

Pior ainda é querer fazer movimentos políticos, ou sair batendo tambores em frente ao estádio. Ah, e ainda há os que querem assembléia geral pra pedir esclarecimentos. Me lembra aqueles aulões de pré-vestibular, com um monte de alunos a levantar o dedinho e pedir ao professor a explicação da matéria. É, no mínimo, hilário! Eu olho é para a frente e tenho confiança que é nos erros que se aprende.

As pessoas que estão no comando do Avaí, hoje, já devem ter percebido que o caminho não é este. Que não é enxotando a torcida que iremos a algum lugar. E que para manter um clube de futebol competitivo, em qualquer campeonato, é necessária a união de todos, sem interesses. Caso contrário, seria melhor comprar pneus lameiros, pois assim continuaremos a patinar em todos os campeonatos pelos quais passaremos.

Até porque torcida chia uma barbaridade quando o time perde e aplaude emocionada quando o time ganha. Assim é o futebol. Uma caixinha de bipolaridade. Se ganharmos do Vasco da Gama, metade mais um destes rufiões do contra vão chorar feito velhas virgens a declarar amor incondicional. Foi sempre assim. Quer apostar?

5 comentários:

  1. Boto disse...:

    "As pessoas que estão no comando do Avaí, hoje, já devem ter percebido que o caminho não é este. Que não é enxotando a torcida que iremos a algum lugar. E que para manter um clube de futebol competitivo, em qualquer campeonato, é necessária a união de todos, sem interesses."

    Desculpa Alexandre, mas baseado em quê que você faz essa afirmação? Final do ano passado não foi observado a mesma coisa? Como começou o ano seguinte? Avaí C x Chapecoense por 80 reais?

  1. É verdade, Aguiar.
    Também não sou cego a tudo o que acontece em meu clube, afinal, sou torcedor, e estou antenado a tudo. Obviamente não concordo com muita coisa que vem a contecendo, mas daí a ficar cuspindo minha raivinha, não indo ao estádio, e passar o dia inteiro escrevendo em blogs que o time vai cair, fora esse, fora aquele, etc... já é demais também! Chega a ser cômico! Oras, se acha que o time vai cair, se concorda com essa imprensa medíocre, então porque está aqui ainda? Vá torcer prá outro clube, pro Canto do Rio, BAC de Biguaçu, e outros que estão numa situação legal...
    E como bem disseste, os mesmos que ficam atirando pedras, são os que choram nas vitórias do time... é muita hipocrisia!

  1. Boto, não entendi onde tu apontas incoerência. A direção já admitiu que errou nessa história toda. Mas onde está a nossa indignação? Exatamente no fato de, em cima disso, não terem tomado uma atitude concreta.

  1. Dinho, isso é o futebol, uma onda de otimismo ou pessimismo associados à muita hipocrisia.

  1. Boto disse...:

    (cabeça cheia com o resultado, mas deixei sem tréplica, então lá vai)

    Eu não achei incoerente a sua afirmação.
    Apenas achei que a sua observação em relação a diretoria e o plano com a torcida não está correta. Só acredito nisso se ano que vem, todas as medidas tomadas neste momento se manterem ano que vem. Especialmente se o Avaí permanecer na série A em 2012.

    Abraço.

Postar um comentário

Os comentários aqui postados sofrerão moderação. Anônimos serão deletados, sem dó, nem piedade.
Não serão aceitos comentários grosseiros com palavrões, xingamentos, denúncias, acusações inverídicas ou sem comprovação e bate-bocas.
Não pese a mão. A crítica deve ser educada e polida.

 
Força Azurra © 2011 | Designed by VPS Hosts, in collaboration with Call of Duty Modern Warfare 3, Jason Aldean Tour and Sister Act Tickets