Quando a noite cai

quinta-feira, 8 de setembro de 2011

Os momentos de silêncio são emblemáticos na Ressacada. Há um sentimento de desânimo estampado nos rostos de quem ainda vai ao estádio. Se antes havia indignação, raiva, apupos, até repulsa por alguns jogadores, agora nem isso. Os torcedores que estão indo à Ressacada assumiram um estado inercial. Vão porque tem que ir, por que são torcedores, porque são fiéis e possuem uma pontinha de orgulho pelo Avaí Futebol Clube. Mas as esperanças escorrem como as águas das chuvas pelos bueiros. A sensação é de um rebaixamento incondicional para o Avaí. Estamos anoitecendo na série A.

Ainda que tenhamos, contudo, os últimos 5 mil torcedores que teimam em ir à Ressacada e assistem às jogadas grotescas, lances medíocres e instantes de puro pavor quando a zaga avaiana toca na bola, uma relação de paixão que nos embota o cérebro e reacende esperanças e crenças absurdas, o fato é que a coisa está muito, mas muito difícil. O lado racional se choca com a emoção. Não queremos admitir, mas parece-nos inevitável: o Avaí está para cair. Falar em rebaixamento, todavia, se tornou uma palavra maldita, mas na verdade é a constatação tácita dos muitos que ainda freqüentam a Ressacada.

Tornar-se um time de futebol exige muito mais do que organização tática, entrosamento, jogadas de efeito ou eficiência num ataque. Requer comprometimento. Um time de futebol tem que assumir uma causa. Os jogadores de um time de futebol não podem achar que as cores que representam são apenas mais algumas para acrescentar em seu currículo. Ainda que toda a má condução na montagem do elenco seja de pura responsabilidade da diretoria, e é ela ao final quem tem que assumir suas culpas, até para honra de suas biografias e por uma questão de honestidade, os jogadores em campo devem se sentir na obrigação de defender como podem o time no qual participam. E aqui não é nem mais para manutenção na série A, mas a dignidade de sua profissão.

Cair para uma série mais baixa não é o fim do mundo e tampouco um hecatombe catastrófica. O problema é a forma como um time cai. Sem lutar. Sem esboçar reação. Apenas achando que é mais uma rodada.

Embora eu pense, intimamente, que podemos reverter esse quadro, pois tempo e jogos para isso ainda são suficientes para ficar no limite, analisando na forma fria do momento o Avaí está inexoravelmente a caminho da série B, com todos os apetrechos possíveis. O sonho de participar da elite do futebol nacional está por se encerrar. Não jogueim a toalha, mas parece que foi bom enquanto durou.

A minha única incomodação é: será que alguém está aprendendo a lição?

Porque jogar a série B não é desonra alguma e voltar para a série A é perfeitamente possível. Isso se as vaidades forem apagadas. Caso contrário, bom, o telefone me chama...

2 comentários:

  1. Sérgio disse...:

    Não aprenderam com a porcaria que fizeram em 2010 tu achas que iriam aprender com o que estão fazendo este ano? Nem tu nem eu, pois tempo para reverter este quadro ainda tinhamos e o que fizeram? Trouxeram Gallo, Cecílio e uma "revelação" que esteve na campanha de rebaixamento do PR Clube, que provavelmente será vendido para garantir o perú de natal dos emrpesários. As toupeiras só aprenderam a fazer pior, nisto estes dirigentes medíocres se superaram.

  1. É Aguiar, há um conflito grande de emoção x razão pesando em nossas cabeças. Sinceramente, não acredito que vamos cair, mas, só prá lembrar: Grêmio (2x), Coritiba, Corínthians, Fluminense, Vasco e outros times tradicionais ja caíram e voltaram prá elite. E se até o time do estreito conseguiu voltar, imagina nós. Mas, continuo a acreditar: Não vamos cair!

Postar um comentário

Os comentários aqui postados sofrerão moderação. Anônimos serão deletados, sem dó, nem piedade.
Não serão aceitos comentários grosseiros com palavrões, xingamentos, denúncias, acusações inverídicas ou sem comprovação e bate-bocas.
Não pese a mão. A crítica deve ser educada e polida.

 
Força Azurra © 2011 | Designed by VPS Hosts, in collaboration with Call of Duty Modern Warfare 3, Jason Aldean Tour and Sister Act Tickets