A rede famosa se passou

quinta-feira, 8 de setembro de 2011

Já não bastassem todas as agruras pelas quais passamos, agora mais essa.

A rede dos chupadores de bomba, se já possuía uma linha editorial baseada na insensatez e na subversão de nossa cultura, e principalmente em relação ao Avaí no âmbito do futebol, agora, para gosto dos hipócritas de plantão, seu delírio foi mais profundo.

Em matéria de capa no ClicRBS de hoje, apresenta a seguinte manchete: Vale simular um pênalti para tentar vencer?, fazendo alusão ao gol de William no jogo contra o Santos, após o Lincoln ter sido derrubado na área, tratando o lance como uma esperteza digna de punição.

E aí, quando se abre a matéria, é-nos mostrada uma lenga-lenga rançosa, Uma dissertação abobalhada, que cheira à preconceito lavado e escancarado, dotada de um pieguismo safardana, que não faz bem àqueles que acabaram de almoçar. Causa-nos embrulhos estomacais.

O texto faz referência ao comportamento futebolístico e comparando-o com as falcatruas levadas na política, num cinismo sem-vergonha de deixar Diógenes da lanterna de cabelos brancos.

Mas, para não parecer neófito, o articulista ajunta dados de outras partidas, inclusive o célebre gol de mão de Maradona na Copa do Mundo de 1986.

Para finalizar, não contente em sua sanha falso-moralista, convoca uma enquete para que o público opine.

Obviamente que o jornalista esqueceu do lance no Maracanã, pela Copa do Brasil de 2007, quando o time amado e querido da famosa rede foi vergonhosamente ajudado pela juíza-modelo da Playboy, num jogo contra o Botafogo. Deve ter esquecido do clamoroso roubo do campeonato catarinense, em 1999, no qual o Avaí foi sacrificado em pleno estádio da rua Humaitá, para ficarmos em dois lances cruciais na vida de um clube de futebol.

Ah, a propósito, será que estupro também vale? Será que o jornalista deles esqueceu deste tipo de crime? Cartas para a redação, por favor.

Eu tenho visto coisas.

18 comentários:

  1. FERNANDO disse...:

    Prezado FILÓSOFO!

    Agora tu deste um banho!

    Parabéns! Perfeito!

    Estupro não é crime.

    Não abandones essa tua intrepidez.

    Fernando.

  1. RODRIGO disse...:

    Será que vale chutar a mão do goleiro para também tentar vencer? No jogo contra o Ceará, em que todos os "cronistas" acharam normal o craque Maicon chutar a mão do goleiro Diego e empatar o jogo. Ou quem sabe no impedimento clamoroso em São Januário que no lance seguinte saiu o gol de empate de Barbiecelona? Não gosto de teoria da conspiração, mas tem cada coisa que Deus o livre... Um abraço!

  1. Anônimo disse...:

    Aqui no sul eles são a voz do atraso, da ignorancia,do que tem mais podre no capitalismo . Rede filha da ditadura ,que veio impestar nosso estado e aqui se juntou aos seus iguais ,as velhas e novas oligarquias. Tasso

  1. Rodrigão, pois é, lá pode tudo. Ninguém ganha com ajuda o juiz, estão sempre em perigo, são uns dodóis.

  1. Então, Tasso, os caras ganharam as concessões graças aos interesses que mantiveram com a ditadura militar.
    E mandar essa matéria é o fim.

  1. Serjão Jr disse...:

    A luta continua. Sobre o que voce e Rodrigo comentam e o que nos deixa revoltados.Depois de muito ouvir muitas bocas alugadas e muitas besteiras do violento e limitado zagueiro Santista, Edu Dracena e de nossa mídia café com brócolis. Resolvi rever o lance que originou o pênalti em Lincoln e convertido por William. No meu blog:
    http://sergionativo.blogspot.com/2011/09/midia-comprometida-ou-caolha.html
    mostro o quanto nossa midia é comprometida ou caolha. O lance é rapido e dificil, mas afirmar categoricamente que nao foi penalti é um absurdo.

  1. Concordo, Serjão, já respondi por lá.

  1. Anônimo disse...:

    e o Din Din das Letras, pode? e Delfin pode? mada esses CARAS CAGAR NO MATO.






    JC

  1. Pois é, JC, disso ninguém fala.

  1. Aguiar, e pensar que tem blogueiro (a) que ainda puxa o saco da RB$, dá prá acreditar?

  1. Dinho, essa é a parte que eu me escangalho de rir. Por pena.

  1. Carmen Fuhrmann disse...:

    Aguiar,tua colocação é SEMPRE impar!

    A incoerência está por todo lado. Como falei em conversa com o Serjão, pênalti foi dado pelo juiz não há o que questionar, sendo penalidade ou não. Quanto ao estupro, fico me perguntando porque as outras emissoras se calaram diante do fato. Deve ter rolado dindin, afinal manda quem pode e obedece quem tem juízo, e isso vale para tudo e para todos. Porém em relação a RBS, o mais grave na minha opiniao, até porque está ligado ao futebol, que é a tônica, trata-se da entrevista do Delfim, onde afirma com todas as letras que a RBS solicitou a censura. Mas sobre isso também o restante da mídia não comentou? Sabe quem manda lá pras bandas de Porto Alegre? A Rede Record, lá a RBS não tem voz nem vez, acrreditem se quiser e aqui na Ilha ela pinta e borda. Talvez nós os manezinhos somos os culpados, pois de cada 100, 80 estão ligadas na RBS. Não tenho estes números, mas o Gerson do Avaixonado deve saber bem. Esse número poderia mudar. Eu vejo no jogo, pessoas reclamando da CBN pelos comentários, porque escutar? As outras emissoras não são boas, mas pelo menos não fico ouvindo abobrinha dos comentaristas. Eu levo rádio aos estádios, mas não ouço a CBN. Penso que só nós podemos mudar um pouco esse quadro. Imagine que os gaúchos mudaram, disseram NAO a RBS, porque os manezinhos não fazem o mesmo? Abraços amigo!

  1. Minha querida Carmen, concordo contigo sobre a mudança de canal. Assim como a Rede Globo manda pelo acesso, a RBS tem o mesmo comportamento por aqui. Na verdade, são os ouvitnes e telespectadores os culpados.
    Porém, a influência da mídia não se restringe apenas no ouvir, ler e assistir. Ela está na formação da cultura, nos jeitos, nos costumes, na forma de nos relacionarmos no cotidiano. Seria muito fácil desligar o aparelho ou usar o controle remoto. Contudo, apenas isso não basta. A coisa é muito mais profunda.

  1. O anti-profissionalismo da maioria dos repórteres esportivos da RB$ chega ao ridículo. Que o digam o Sêmem-chato, o Duende, a Raposa e outros. Esses imbecís não conseguem separar o time do coração com a sua profissão, e isso é inadmissível!!!

  1. Alberto disse...:

    Aguiar a referência a "Diógenes, O Cínico" é de matar... Parabéns.

  1. Dinho, eles são incorrigíveis.

  1. Alberto, Força Azurra também é cultura. hehe

Postar um comentário

Os comentários aqui postados sofrerão moderação. Anônimos serão deletados, sem dó, nem piedade.
Não serão aceitos comentários grosseiros com palavrões, xingamentos, denúncias, acusações inverídicas ou sem comprovação e bate-bocas.
Não pese a mão. A crítica deve ser educada e polida.

 
Força Azurra © 2011 | Designed by VPS Hosts, in collaboration with Call of Duty Modern Warfare 3, Jason Aldean Tour and Sister Act Tickets