Mais uma da Granja

terça-feira, 15 de fevereiro de 2011

Os bichos-cricri da famosa Granja Comigo Boi Não Dança, mais conhecida pelas iniciais CBN-D, a Raposa Felpuda, maledicente e ardilosa, o Sapo Duende, encrenqueiro e eterno inconformado, o Bode Espanhol, velho, muito velho e carcomido, o Ratão do Banhado, que não deu certo em lugar algum e acabou dando na Granja e o Morcego Moicano, que posa de intelectual pra fazer gênero, reuniram-se mais uma vez para falar mal da vida dos outros.


A Raposa Felpuda, reposicionando o cachecol, olhava para o Circo do Deba e suspirava.


- Rapazes, me dá uma tristeza ver este circo tão bonito sem espetáculo.


- É, mas o dono do circo tem uma parcela de culpa nisso, né. – comentou o Sapo Duende, ajustando a dentadura. – O homem não faz nada direito.


- Acho que estás sendo precipitado, o, Sapo. – contemporizou o Bode Espanhol. - Ele fez um planejamento, e se deve dar tempo pra isso dar certo.


- Que precipitado! – esbravejou o Sapo. – Uma coisa tem que ser dita: lá só se faz tudo errado. Não sabe fazer dá lugar pra outro, o.


- Eu acho que não é assim, não. – interferiu a Raposa. – Tá certo que a principal atração na cidade é o Circo do Deba, mas nem sempre as coisas dão certo.


- Falso! – largou o Bode.


- E ainda por cima o Domador do Leão só quer dormir. – completou o Sapo. – Não trabalha, não ajuda o Leão, não se esforça e fala pelos cotovelos.


- Meus caros, - interferiu o Ratão do Banhado – estou recebendo a informação de que o antigo Domador do Leão, aquele que era pastor de ovelhas, deve estar voltando.


- Quê? – explodiu o Sapo.


- Não acredito! – exclamou o Morcego Moicano.


- A volta dos que não foram, versão 2011. – completou o Bode.


- Eles têm que definir as coisas. – disse mais uma vez o Morcego. – Até porque esse aí não gosta da gente.


- É, ele tem que parar com esse negócio de dar recadinhos pra todo mundo. – esforçou-se pra segurar a dentadura o Sapo. – Já começou errando.


- Pô, mas o homem nem chegou. – interveio a Raposa. – Vai ter que engolir muito sapo, ainda.


- Hã? – espantou-se o Sapo Duende.


- Só acho que não é uma boa, não. – analisou o Morcego. – Já estou até vendo. Depois que botar o Leão pra dar o espetáculo no picadeiro, vai começar com aquela conversinha de “eles vão ter que me aturar”, “aqui não tem vagabundo”, “somos uma família”, e blábláblá.


- Ele está mais perdido que cachorro que caiu de caminhão de mudança. – explicitou o Sapo. – Tava igual a rádio velho, ninguém ligava. Esse Circo do Deba é uma mãe, aceita tudo, o.


- Pô, que mágoa, hein! – expôs o Bode Espanhol. – Lá em Madrid, na Espanha a gente dá sempre tempo para as coisas se acertarem.


- Por falar em Madrid, e a Granja do Vizinho? – perguntou o Ratão. – Fiquei sabendo que a produção de hortaliças está batendo recordes.


- Ah, lá eles fazem sempre tudo certo. – relatou o Sapo. – Eles são muito bons. São os melhores.


- É verdade, - consentiu o Morcego Moicano. – Tudo está dando certo pra eles.


- A propósito, quando vai ser o próximo cafezinho com bolachinhas? – perguntou a Raposa.


- Foi ontem, 2ª. feira. – respondeu o Ratão.


- Humm, tá certo. Entendi. Falsos! – concluiu a Raposa.

2 comentários:

  1. Não é que nenhum deles quer a volta do Silas... e na hora de justificar, nada que preste.

  1. sergio araujo disse...:

    Não perco o meu precioso tempo com a programação local da "REBES". Se querem café com bolachinha estão batendo na porta certa, la é a casa da mãe Joana.

Postar um comentário

Os comentários aqui postados sofrerão moderação. Anônimos serão deletados, sem dó, nem piedade.
Não serão aceitos comentários grosseiros com palavrões, xingamentos, denúncias, acusações inverídicas ou sem comprovação e bate-bocas.
Não pese a mão. A crítica deve ser educada e polida.

 
Força Azurra © 2011 | Designed by VPS Hosts, in collaboration with Call of Duty Modern Warfare 3, Jason Aldean Tour and Sister Act Tickets