O Avaí veste Fanatic

terça-feira, 22 de fevereiro de 2011

Nesta semana uma tsunami de indisposições, mal-quereres e ressentimentos varreu os avaianos, pela forma com que o fornecedor de material esportivo oficial do clube tratou alguns de seus torcedores. A irritação esteve no ar. Todos se sentiram como objetos, meros consumidores de artigos de camelô, compradores de quinquilharias. O avaiano foi coisificado.

E por que isso aconteceu?

Confesso, e já expus isso, que discutir artigos de moda, etiquetas e grifes não é a minha praia. Estou a anos-luz dessa coisa futil e sem graça que é pautar o gosto pessoal. Se o sujeito quer andar pelado com uma melancia no pescoço, problema dele. Se a menininha quiser sair de tamancos plataforma e ser uma ridicula gazela de cascos altos, que fique à vontade. Se alguém quiser vestir vermelho, preto ou amarelo, com fita no cabelo, tô nem aí. Honestametne, gostos pessoais não me incomodam. Por isso, também, que não me incomodo com o tipo, a forma e a cor dos uniformes do Avaí. Sendo azul e branco e se sabendo que representa o nosso clube, que diferença faz o jeito e a exposição?

A coisa que fez vísceras aflorarem não foi por desejos, gostos e sabores. Não foi por um detalhe na cor, um aplique mal colocado, uma costura inacabada. Não foi por tamanhos e formas. Não foi pela quantidade ou pela qualidade. Foi pela desfaçatez. Foi pelo comportamento da falta de vergonha, do descaramento. Do porta-me-lá.

E eu não me manifestei, como faço agora, pois achava que alguém viria a público pedir uma desculpa. Não veio. Ninguém veio.

Não, não vou culpar a Fanatic por isso. Não culpo o sofá pelo flagrante adultério. A malharia é apenas um instrumento, algo pagado por nossos adminsitradores para fazer alguma coisa. Que não fazem. Eu culpo a quem fechou este contrato. Eu culpo a quem, vendo o que ocorreu, não deu as caras ao tapa. Não se manifestou, ao menos, por um simples e mero pedido de desculpas, que torna, o cidadão, menos embrutecido.

Pediu-se perdões a semana toda ao tal de Silas, o técnico que nos esnobou recentemente. Mas alguém se esqueceu de pedir desculpas ao avaiano, este nobre sofredor que quer, somente e simplesmente, o bem de seu clube. Uma pena! Merecemos muito mais, não é mesmo?

6 comentários:

  1. Felipe Matos disse...:

    Assino embaixo. O episódio é só mais um de tantos: falta de respeito DO AVAI com os seus torcedores.

  1. Kk de Paula disse...:

    Muito bem escrito, assino embaixo.

  1. Adriano Assis disse...:

    Alexandre, vamos ficar mofando esperando uma retratação, os caras já consagraram a fórmula chamada: "deixa gritar"... Eles estão c.... pra nós...

    Pau neles meu querido, um abraço!

  1. Valerio disse...:

    Eu também achava que haveria uma retratação por parte do Avaí, mas parte da diretoria Avaiana esqueceu que existem torcedores.

    Agora precisa-se separar as coisas. Uma coisa é a Pieri Sport. Que é uma fábrica contratada pela Fanatic.
    Outra coisa é a Fanatic que é uma empresa do Avaí, pelo que eu saiba... Então as reclamações dever ser dirigidas aos "avaianos" responsáveis pela Fanatic

    Assim voltamos ao ponto de origem, reclamar da Fanatic é reclamar do departamento avaino responsável pelos torcedores.

  1. Mausé disse...:

    Alexandre, o Grande - abraço.
    Sou um dos que se importam com essas frescuras, com um zelo nas cores, um capricho na forma, boa qualidade no tecido pois penso que quem, sendo responsável pela confecção e pela compra não liga pra isso, acaba fazendo merdas tipo essa última da Fanatic. Meu olhar é diferente do seu pois sou da área de comunicação e concordo contigo: merecemos muito mais!

  1. Valerio, visto por esse ângulo, a tua posição se encaixa com a do Mausé. É preciso que os responsáveis se responsabilizem.

Postar um comentário

Os comentários aqui postados sofrerão moderação. Anônimos serão deletados, sem dó, nem piedade.
Não serão aceitos comentários grosseiros com palavrões, xingamentos, denúncias, acusações inverídicas ou sem comprovação e bate-bocas.
Não pese a mão. A crítica deve ser educada e polida.

 
Força Azurra © 2011 | Designed by VPS Hosts, in collaboration with Call of Duty Modern Warfare 3, Jason Aldean Tour and Sister Act Tickets