Silas vai embora

quarta-feira, 16 de fevereiro de 2011

Provavelmente, depois de toda a euforia cristã do perdão que se abateu na Ressacada durante o longo dia de ontem, com torcedores fazendo juras de amor eterno ao novo-vellho técnico do Avaí, com gente pedindo para esquecer o passado, com pedidos ao esforço coletivo e todas aquelas coisas bobas que fazem do futebol essa coisa maravilhosa que adoramos, a manchete acima deve assustar.

Mas, não se assuste, leitor. Silas não vai embora. Claro, não agora. Acabou de assinar o contrato e, pelo visto, será longa a sua permanência no estádio vizinho ao aeroporto.

A manchete acima, todavia, será a preferida de onze entre dez jornalistas que não suportam, não topam, não aceitam gente como o Sr. Paulo Silas. Haverá outra, também, de que o time fulano de tal está interessado na contratação de Silas.

Silas, então, é um mega-star, um supra-sumo, o bam-bam-bam da treinarada que vive a comandar times de futebol por aí e, por isso, atrai estas manifestações de “carinho”? Não, bem sabemos que não. Ele é um mortal comum, com desejos e anseios, vícios e virtudes, como qualquer um de nós. Bom, quase todos, pois também entende, bastante, desse troço jogado dentro de quatro linhas num campo gramado. Mas, é um sujeito comum, no mais das vezes.

Porém, Silas tem uma peculiaridade, que faz com que a manchete acima já esteja na pauta, esperando a sua hora de (re) estrear: ele fala. Tem palavra. Tem opinião. E isso, meu caro leitor, é a coisa que mais incomoda a classe dos senhores e senhoras que se dedicam à informação cotidiana. Jornalista não gosta de quem tem palavra e opinião. Não gosta de direito de resposta. Não gosta que alguém os contrarie. Alguns até nos chamam de burros quando emitimos um conceito, um dístico, um epíteto.

Portanto, com o andar da carruagem azurra, com os resultados aparecendo, com a possibilidade de nos “darmos bem” com o Silas no comando e com tudo aquilo que já conhecemos, podem ter certeza, a frase acima será anunciada tão logo haja uma brecha. É só esperar pra ver.

2 comentários:

  1. Pitacos disse...:

    Caro Alexandre, o Pitaco Azul em breve lançará uma campanha de denúncias contra maus jornalistas. Contra esse bando de secador com microfone ou caneta na mão. é esperar. abs, Marcelo

  1. Se precisar de ajuda pra empurrar o carrinho estamos às ordis.

Postar um comentário

Os comentários aqui postados sofrerão moderação. Anônimos serão deletados, sem dó, nem piedade.
Não serão aceitos comentários grosseiros com palavrões, xingamentos, denúncias, acusações inverídicas ou sem comprovação e bate-bocas.
Não pese a mão. A crítica deve ser educada e polida.

 
Força Azurra © 2011 | Designed by VPS Hosts, in collaboration with Call of Duty Modern Warfare 3, Jason Aldean Tour and Sister Act Tickets