Muita calma nessa hora

segunda-feira, 21 de março de 2011

Não sou intelectualóide e nem aposto no politicamente correto, mas respeito é bom e faz a gente ser gente. O pezinho direito na frente e o esquerdo depois. O Avaí ganhou com folga e de maneria convincente o seu primeiro jogo neste campeonato, depois de penar por várias rodadas a fio. E já tem gente dizendo que o campeão voltou.

Calma! Ainda falta muita coisa e enquanto o evangélico continuar se achando estamos a perigo.

Já se passou um turno inteiro e já estamos na metade do segundo. E foram necessárias quatro rodadas para o cabeça dura de Cristo entender que o futebol é a coisa mais fácil do mundo, desde que não se complique. Porém, não se deve permitir que a humildade seja esquecida. Ela é quem forja campeões e não a arrogância.

Ora, como que o Avaí foi para Imbituba neste domingo? Desacreditado. Cabeça baixa. Inconstante. Irregular. A gente aposta sempre numa vitória, torce para isso (dããã), vive atrás de sonhos. Mas, o futebol jogado mesmo, ali, dentro das quatro linhas, depende de competência. As rezas são para vestiários e as macumbas ficam a cargo da torcida. Quando um treinandor acerta uma escalação e os jogadores se acertam em campo, o resultado sempre é esse: o melhor elenco vence do mais fraco, exceto em casos raros e hecatombes vigorosas. Quando inventa, se comemora empates vergonhosos ou derrotas absurdas.

Mas, um detalhe importante, o Avaí desse domingo não foi se achando e se impondo como o melhor, ou dando de ombros para mais um jogo. Foi com o rabinho por entre as pernas, entendendo a responsabilidade e valorizando o campeonato. E isto é o mais importante: dar valor às coisas e não desdenhá-las por achá-las muito fáceis. O treinador, dessa vez, não inventou, não pôs um time de qualquer jeito porque imaginava um elenco muito superior. Ele usou de humildade e é assim que se vence.

O Avaí ainda não me convence como campeão, mas é dessa maneira que pode chegar lá. Falta muita coisa, tem muito caminho pela frente, mas um bom passo para sair da inércia e do comodismo já foi dado. Talvez se aprenda que jogar como campeão começa no primeiro jogo. O Avaí está começando pelo meio. É muito pouco.

2 comentários:

  1. Sergio Jr disse...:

    Aguiar, claro que houve erros e o time tem muita coisa para melhorar. Porem, em relaçao a outros jogos, o tecnico nao inventou e ja começamento a evoluir. Com certeza o time teve garra e atitude, coisa que faltou em muitos jogos, especialmente contra a Chapecoense. Mas tudo bem, sejamos sinceros, em muitos jogos pegamos times fragilizados e nao atropelamos. Que venha outras vitorias, se possivel convicentes.

  1. Serjão, essa história de EVOLUIR é que não me entra. Isso é um sabãozinho pra escorregar melhor.

Postar um comentário

Os comentários aqui postados sofrerão moderação. Anônimos serão deletados, sem dó, nem piedade.
Não serão aceitos comentários grosseiros com palavrões, xingamentos, denúncias, acusações inverídicas ou sem comprovação e bate-bocas.
Não pese a mão. A crítica deve ser educada e polida.

 
Força Azurra © 2011 | Designed by VPS Hosts, in collaboration with Call of Duty Modern Warfare 3, Jason Aldean Tour and Sister Act Tickets