O jogo é duro, mas a Praia é Mole

domingo, 17 de abril de 2011

O jogo desta tarde de domingo na Ressacada foi daqueles que se houvesse uma canastra ou dominó para se jogar ali, no estádio, no meio das arquibancadas, renderia muito mais. Foi um jogo horrível, do ponto de vista do futebol. Fomos para ver uma partida de futebol, mas até os quero-queros sentiram sono. Deu dó!

O time sub-marino do Avaí, amontoado nas últimas horas para poupar os que não estão jogando, goleou o time de 11 cones dos concordienses. Ao natural, sem fazer esforço. Houve quem dissesse que se os titulares (?) estivessem em campo, seria um placar de dois dígitos. Duvido. Mesmo. Duvido mesmo. Com um cagão metido a treinador no banco de reservas, que joga com 16 zagueiros e 18 volantes, o Concórdia rebaixado e sem nenhuma vontade se tornou um time perigoso em alguns momentos. E se os chamados titulares estivessem ali, o resultado seria o mesmo. Podem apostar.

Fiquei curioso para saber que campeão era aquele que a torcida gritava tanto após o quarto gol. Diziam que o campeão voltou. Quem? Este grupo que se esforçou neste domingo? Ou aquele que estava na banheira de hidromassagem? Quem sabe os que estava na Praia?

A exaltar a imensa torcida de 5 mil testemunhas, que se cansaram de tanto sol. Quem foi à praia perdeu somente uma chance de ver que temos um ótimo atacante, queridinho do cagão metido a treinador. Não é assim um jacaré, mas engana muito bem. Tanto que quando é necessário ele é convocado.

E assim caminha o senhor Avaí Futebol Clube neste ano de 2010 que não termina nunca. Já há quem aposte numa reviravolta no clássico da próxima semana. Porém, antes, temos a Copa do Brasil num jogo de vida ou morte tanto para Avaí como para Botafogo. Um jogo para reabilitar duas equipes medíocres que se arrastam nesta temporada. Resta saber quem será o menos pior para passar à próxima fase. Torço para o Avaí, é claro, temendo que batamos o recorde da última quarta, onde o cagão metido a treinador colocou cinco volantes a jogar. Não se surpreendam se os onze jogadores estiverem dentro a área da defesa neste jogo.

Como diria o Galvão Bueno, é teste pra cardíaco. Haja coração!

1 comentários:

  1. Adriano Assis disse...:

    Meu querido Alexandre, estamos pensando parecido! É uma honra!!!

    Forte abraço mô pombo!

Postar um comentário

Os comentários aqui postados sofrerão moderação. Anônimos serão deletados, sem dó, nem piedade.
Não serão aceitos comentários grosseiros com palavrões, xingamentos, denúncias, acusações inverídicas ou sem comprovação e bate-bocas.
Não pese a mão. A crítica deve ser educada e polida.

 
Força Azurra © 2011 | Designed by VPS Hosts, in collaboration with Call of Duty Modern Warfare 3, Jason Aldean Tour and Sister Act Tickets