Uma afronta ao futebol

quinta-feira, 28 de julho de 2011

Para algumas pessoas, catinga de bode é perfume.

Está certo que disputar a série A do campeonato brasileiro, com pretensões bem maiores do que ser mero coadjuvante, é para poucos. Aquele balela incessantemente difundida, a cada início de campeonato, de que vários times postulam o título da competição nesta temporada é mentira. Apenas três ou quatro dos vinte participantes têm competência para isso a cada ano e os outros vão apenas sendo levados. Uma vez ou outra os títulos caem no colo de algum Zé aparecido, ou um neófito qualquer. O restante apenas aprecia. Por isso, não se exige, de forma alguma, que os clubes na faixa do Avaí sejam algo na vida. Mas, que pelo menos tenham respeito ao campeonato. E aos outros participantes.

Já escrevi neste blog, ainda neste ano, que o Avaí faltou com respeito aos clubes participantes do Catarinense-2011 por ter montado um time de elenco sofrível. Não vou nem falar do desrespeito ao torcedor, pois isso, esse trocinho, o torcedor, para os dirigentes na Ressacada, não existe. O desrespeito é ao futebol como instituição e como espetáculo. Os clubes, quando inscrevem seus times num campeonato, querem poder jogar bola contra outro time, que seja forte, aguerrido, disposto, que valorize as suas vitórias e não um amontoado de cones balbuciando em campo. Se não, é mais engraçado ficar em casa e jogar no vídeo game.

Por isso, o futebol se move como um circo, uma troupe de artistas, uma corporação onde muita gente está envolvida para que estes embates ocorram. E exige planejamento, comprometimento, determinação e organização. Exige responsabilidades. Não dá pra fazer de qualquer jeito e ver no que vai dar. É preciso competência, projeto, um conceito onde se envolve conhecimento, habilidades e atitudes. É coisa para profissionais. A pena, para quem não cumpre estes requisitos elementares, é o rebaixamento. Puro e simples.

Ora, mas para que estamos gastando verbo com o Avaí, que não está levando o campeonato a sério?

O Avaí está montando um time para participar da série B do ano que vem. Estão sendo treinados jogadores, tidos como medíocres em seus atuais clubes, e o Avaí os está fazendo entrar na ponta dos cascos para os campeonatos do próximo ano. Um ano todo jogando e apanhando juntos deverá dar, ao menos para a maior parte do elenco, cancha suficiente para entender o que é o Avaí e como se comporta a torcida na dureza, é o que pensam na Ressacada. Que beleza!

Claro que alguém pensou nisso como uma proposta inteligente, que é a de fazer uma pré-temporada de um ano inteirinho e chegar na próxima temporada com muito condicionamento físico e entrosamento 100% entre os jogadores. A idéia já está sendo bem executada e estamos no caminho para isso. Nada é por acaso.

Porém, isso poderia ser combinado com os demais clubes da série A, com os patrocinadores, os anunciantes, com a mídia, com o vendedor de cachorro-quente, com donos de restaurante em volta da Ressacada e, principalmente, com os torcedores. Porque, até onde se sabe, o futebol é um negócio sério. Não dá para encher esse troço com tantas surpresas.

3 comentários:

  1. FERNANDO disse...:

    Prezado FILÓSOFO!

    Pena que aqueles INCAUTOS que estão na estrutura organizacional do nosso AVAI não lêem tuas postagens.

    Mas já que trabalhas na empresa do ômi, aproveita, dá uma passadinha na sala dele e coloca em cima da mesa pra ver se ele se DIGNA a prestar um pouco de atenção em nossas vozes cada vez mais caladas por eles.

    Abraço.

    Fernando

  1. Meu caro Fernando, eles sabem. Eles sabem. hehe

  1. É Aguiar, tá lamentável nossa situação. Já estamos em Julho, passamos por 3 técnicos, ainda não temos um time definido e amargamos na Z4. Até quando isso???
    Nossos jogadores precisam urgentemente de um acompanhamento psicológico, pois é visível o abatimento deles a cada gol sofrido. Isso é fato.

Postar um comentário

Os comentários aqui postados sofrerão moderação. Anônimos serão deletados, sem dó, nem piedade.
Não serão aceitos comentários grosseiros com palavrões, xingamentos, denúncias, acusações inverídicas ou sem comprovação e bate-bocas.
Não pese a mão. A crítica deve ser educada e polida.

 
Força Azurra © 2011 | Designed by VPS Hosts, in collaboration with Call of Duty Modern Warfare 3, Jason Aldean Tour and Sister Act Tickets