Resposta ao Decio

sexta-feira, 19 de agosto de 2011

Aguiar, vamos lá!
Imagina se o Avai começar a ganhar, a partir da filial e depois engrena.
NO final do ano permanece.
Qual será o comportamento dos blogueiros?
Será igual do ano passado?
Ficamos e mudamos nossos conceitos?
Venho dizendo que o Avai está perdendo para ele mesmo. continuará a perder se continuarmos a deitar falação.
Estou estarrecido com os comentários que venho lendo em todos os blogs. Uns deixarão de torcer pelo Avai. Mais vai ao estádio de graça porque é promotor. Outros detonam porque não gostam do Neguinho. São raivinhas e permanecem comentando uma situação que aconteceu em janeiro. Nâo se lembram de que o Avai quase foi campeão da copa do brasil, porém se lembra de que o Neguinho não quis ir ao Eguador.
Certo está o dinho. Vai ao estádio, independente do resultado. Esse é o Avai.
Será que detonando o clube, a diretoria, o Nerto, o Funchal, o Galvão, o Mendes o Avai vai sair da crise?
Sempre achei que no encerramento do exercicio é que se discute o resultado. Que durante a crise não se busca culpados e sim solução.
Será que baixando os ingressos (eu sou favorável a redução) o Avai vai começar a ganhar seus jogos?
Porque a torcida e os blogueiros não evitam de diminuir e achincalhar nossos produtos (jogadores) e depois ficam reclamando que o clube não os transferem, nem os vendem. Como vender se os blogueiros, torcedores e o manda chuva do Avai, o MAL, ficam dizendo que eles não servem nem para limpar as privadas do clube?
O Avai somente sairá dessa se os torcedores, blogueiros, criticadores, comentadores o deixarem em paz.
abs
décio sardá

Decio, gosto de ti porque dás a cara à tapa, diferente de um monte de gente que se esconde e é oportunista. Já vi gente pedindo a volta do Flavio Félix, por exemplo. Deve ser algum maluco saído das catacumbas de Roma, ou algum bobão alegre que quer ver o Avaí na série Z. Não sou desses. Continuo afirmando que o presidente Zunino foi o melhor presidente que tivemos em toda a história do Avaí, mas é preciso rever muita coisa para não afundar o que ele construiu e depor contra a sua biografia.

Se a gente decompor a água em seus gases, oxigênio e hidrogênio, dificilmente se manterão líquidos. Concordas? Portanto, embora seja mais fácil pontuar um negócio para achar o seu complexo, o todo em partes não funciona sozinho. Você está fazendo uma análise pontual de tudo isso que acontece no Avaí e não é por aí. O que a gente vê, da situação em que clube e time se encontram, é um conjunto de situações. Sabes perfeitamente que não sou adepto do quanto pior, melhor. E, frequentemente, sou chamado de chapa-branca por ser um otimista intransigente. Mas, os mesmos erros que a gente apontou, que levaram o Avaí a esta pindaíba, foram declarados pelo próprio presidente na semana que passou, ou seja, erros de planejamento. E planejamento se constitui numa gama enorme de situações. Portanto, não falamos novidades.

O que aconteceu em janeiro de 2010, dito por mim e por outros que daria errado, que foi aquele desmanche exagerado, tem reflexos agora, usando por exemplo a sua lógica de analisar por partes. Claro que há uma série de coisas associadas a isso. Não foi só o desmanche, não apenas a majoração de ingressos, pra falar de coisas mais impactantes. Junto a isso ocorreram coisas associadas, que como num novelo de lã foram enrolando cada vez mais a vida do Avaí.

Ninguém está falando mal do Avaí porque a gente quer. A gente está apontando os erros (assim, no plural) cometidos ao longo destes últimos dois anos. Eles estão claros, evidentes. Estão estampados na campanha medíocre, por exemplo. Portanto, falar bem, dizer que ainda dá, mesmo com toda a boa vontade, não funciona. Porque não corresponde à realidade. Como eu disse, a coisa não depende de pensamento positivo, é muito maior do que isso. 

Agora, se me acompanhas por aqui, sabes que por diversas vezes eu falei da bipolaridade da torcida, que se manifesta bem para as vitórias e ruim para as derrotas. Se começarmos a ganhar, muita coisa disso aí vai ser esquecida, teho certeza, muitos destes tansos que querem um Fora Zunino vão beijar-lhe os pés, vão chorar desbragadamente pelas arquibancadas, vão elogiar o Luis Alberto como o melhor dos melhores e por aí afora, pois é assim o torcedor. Mas, se os problemas elencados não forem solucionados, vamos passar outro ano nesse perrengue, mesmo que o Avaí fique na série A.

Da mesma maneira que o Dinho torce, eu também torço. Assim também o André, o Gerson, o Serjão, o Assis, o Rica, a Carmen, a Kaká, você, o Rafael Eleutério e outros tantos com os quais melhor me relaciono na Ressacada vamos torcer. E se estamos assim, não é para formar uma nova agremiação chamada Avaí, mas para que o nosso Avaí, que fará 88 anos de vida, seja mais bem tratado. É a nossa paixão. Choramos e rimos por isso. E queremos, mesmo nestas duras críticas o melhor para ele, pois será o melhor para nós.

Não estou nada, nada satisfeito em apontar todos estes erros, mas também não consigo falar diferente, esquecer que isto existe. Meu compromisso é com minha consciência e ela me aponta que o mundo avaiano está em péssimas condições. Cansei, Décio, de ser humilhado.

12 comentários:

  1. Nossas opiniões são diferentes em alguns pontos, porém, queremos todos uma coisa só: O bem do nosso Avaí!
    E isso é o que importa!

    Em tempo: Sobre o cidadão do referido blog que coloquei o link, desculpem, mas não consigo aceitar aquilo de jeito nenhum!

  1. Seu Cunha disse...:

    Por isso que muitas vezes eu escrevo que todo apaixonado se torna um burro.
    Por favor, não me entendam mal, mas acontece que o apaixonado é imparcial e não consegue enxergar um palmo diante do nariz.
    Existe torcedor apaixonado que deixa de comprar o pão para seus filhos para ir ao jogo, só por ai dá pra ter uma idéia de que é capaz um torcedor apaixonado.
    Décio peca por ser um apaixonado e otimista ao extremo, mas compreendo o seu lado, só não concordo.

    Dinho - Nesse caso citado por ti, eu confesso de que, gostaria de saber como é que se faz pra deixar de ser avaiano? Sinceramente, será que o cidadão consegue ensinar KKKKK Quanta infantilidade.

    Abraços!

  1. Muita infantilidade! Ainda mais o sujeito sendo da "justiça"... Era prá ser um pouquinho mais sábio né...

  1. Kk de Paula disse...:

    Juntos somos mais fortes.
    Quanto ao cidadão que não vai mais torcer pelo Avaí, está dispensado, excomungado, expatriado. Me poupe!!!
    Tentou, tentou, conseguiu aparecer.
    Como diz o manezinho: "disafasta, istepô!"

  1. Anônimo disse...:

    Aguiar, não estou defendendo as coisas erradas. Acho que não é pontual minha defesa. Ao contrário. Defendo é que se faça o balanço após o encerramento do exercicio. Ficando ou saindo da série A, não devem os blogueiros, torcedores, diretoria, associado, conselho deliberativo (ou comemorativo, ou decorativo, como quiserem), funcionários, jogadores, etc., acharem que está tudo maravilha.
    Cunha, sou otimista porque sou avaiano. Um Avaiano não desisti nunca.
    Não sou burro por ser apaixonado. Estou apenas solicitando um tregua até o final do ano.
    Xingando, ofendendo, acusando, condenando, apontando erros, falhas, sacanagens do pai, do filho, do espirito santo, nada disso ajudará o time a sair da crise. Oras, se não ajudará, então porque não ficarmos somente na torcida.
    No final do ano, festa e falação em cima da diretoria, CD, LA, jogadores, etc.
    abs
    décio

  1. Dinho, não vou discutir as condições e motivos individuais de qualquer um. Estamos todos amargurados e decepcionados. Mas, não dá pra chegar a tanto.

  1. Seu Cunha, muitas atitudes do torcedor a gente tem que relevar. Mas a passionalidade é assombrosa e embota o cérebro. É por isso que em alguns momentos torcedor não pode ser presidente de clube de futebol, por mais boas intenções que tenha.

  1. Kaká, a frase melhor é" tás tolo, tás?"

  1. Décio, mas a torcida é exatamente isso, meu velho. Um poço de passionalidade. E não dá para aceitar coisas sendo feitas erradas, a corda apertando o pescoço e não dizer nada.
    Amo muito meus filhos, mas se forem mal na escola vão ouvir uma porção de coisas. Não vou deixar para chamar-lhes a atenção só no fim do ano.
    É aquela velha frase: Quem ama, cuida. Estamos cuidando do Avaí e não queremos que ele vá mal sempre. Por isso, o momento de críticas é esse.

  1. RODRIGO disse...:

    Décio não o conheço pessoalmente e respeito sua opinião, mas como o Aguiar falou estamos todos tristes e amargurados com essa situação. Você como avaiano sabe que foi dito por todos desde o início que não daria certo e te digo mais, queria eu ter errado todo o prognóstico e agora pudesse estar aqui dizendo que errei. O problema é que não vemos atitude e na minha opinião para sair da crise só com uma "faxina" geral. Em uma empresa séria por exemplo um empregado que se recusasse a fazer um serviço seria demitido no AVAI não, ele ganha de bônus um jogo como treinador no Campeonato mias importante do mundo. Falamos, criticamos, brigamos mas com toda certeza domingo estaremos lá sofrendo com o nosso AVAI porque é apenas nos 90 minutos que pudemos esquecer um pouco desse papelão que faz a nossa diretoria.

  1. Anônimo disse...:

    ~ao espalhava par aa vizinhança de que tinha repreendido teus filhos! Certo?
    Todos nós devemos cuidar de que amamos. Porém, não podemos dizer ao publico que estamos brigado, que a esposa está fazendo tudo de errado, que os filhos são problemas, que os vizinhos são chatos, etc.
    Rodrigo, um erro não justifica outro. A demissão do Neguinhoimpossivel de ser fazer, como foram as do emerson, George Lucas, Marcinho guerreiro, como esté sendo dificil do Mauro Galvão. A questão é financeira. O clube está sem dinheiro. A globo somente pagou aos times grandes. Os pequenos que se fdm.
    abs
    décio

  1. Pois é, Décio, mas aí é que está. Tocaste num ponto interessante. Quem não tem dinheiro não pode fazer aventuras, não concordas?

Postar um comentário

Os comentários aqui postados sofrerão moderação. Anônimos serão deletados, sem dó, nem piedade.
Não serão aceitos comentários grosseiros com palavrões, xingamentos, denúncias, acusações inverídicas ou sem comprovação e bate-bocas.
Não pese a mão. A crítica deve ser educada e polida.

 
Força Azurra © 2011 | Designed by VPS Hosts, in collaboration with Call of Duty Modern Warfare 3, Jason Aldean Tour and Sister Act Tickets