De costas, não!

terça-feira, 27 de setembro de 2011

Não vou virar as costas para o Avaí.

O Avaí é o time de meu coração, torço para ele desde guri, já o vi em fases bem piores do que agora e não será assim, de uma hora para outra, que vou abandoná-lo. Muitos frouxos já jogaram a toalha, em função da realidade que só eles pensam que tem, ou de não suportarem a vergonha. Vergonha do quê? Pela campanha pífia que fazemos? É uma campanha igual a de todo mundo, pois é uma campanha de quem joga na séria A. Ser rebaixado ou permanecer é conseqüência de atos administrativos.

Estamos, por exemplo, pagando pela má condução de nosso planejamento em 2010. E pela continuidade disso em 2011. As vaidades presentes na Ressacada nos estão levando a essa condição lamentável. A velha frase “a bola pune”, nunca foi tão evidente em nosso reduto. Mas diferente de alguns jogadores e torcedores medrosos, não vou abaixar a cabeça e chorar feito Madalena arrependida. Critico, mas aplaudo. Eu tenho orgulho de ser avaiano, mesmo nessa fase terrível. Isso ninguém me tira, isso ninguém cala.

Essas coisas pelas quais estamos passando devem e vão servir de lição pra muita gente envolvida com o Avaí, que fique bem claro, independente de onde estivermos no ano que vem. E estaremos na série A. 

Direção, torcedores, jogadores e até a imprensa têm que fazer as suas devidas reflexões, parar de chorar e começar uma nova caminhada. Ou alguém achava que um time das dimensões do Avaí iria ter vida fácil num campeonato encardido como esse? Não quer sofrer por causa disso? Lamento, mas é assim mesmo.

Esse negócio ainda não acabou, pode ser revertido, não vai ser fácil, mas sem essa de guri mijão que vai correr para debaixo da saia da mamãe. Torcedor que é torcedor, agora, tem que mostrar a sua avaianidade. E pode mostrar, sim. Como é que é? Vai correr agora?

Jogador de futebol do Avaí tem que sujar a bunda na grama e mostrar que tem orgulho em envergar com honra o nosso manto sagrado. Pro inferno com essa frescura de impotência, de chororô lamuriento. Ponham essa raiva na chuteira.

E dirigentes do Avaí, saiam da caverna e dêem a cara à tapa. Tá na hora de termos machos dentro do Avaí, que assumam as suas responsabilidades. Não preciso nem de discursos públicos para agradar a uma meia dúzia. Eu quero é atitude. E não é só do presidente, pois ele não administra sozinho, mas de todos os envolvidos com o Avaí, até do roupeiro. Que negócio é esse?

E as vaias? Ah, as vaias! Chega disso! Vaiar agora não resolve mais. Já passou dessa fase. Não dará mais o resultado que se pretende com isso. O negócio é fazer 90 minutos de esporro total e mostrar que pelo menos ali, nas arquibancadas, há gente de brio. Não é garantia de manutenção na séria A, mas demonstrará que os avaianos não desistem nunca. Pode restar apenas um torcedor na Ressacada, mas que ele seja o torcedor mais alucinado pelo Avaí do planeta.

E apenas para esclarecimento. No domingo, antes do jogo contra o Grêmio, alguns amigos me questionaram se eu estava desistindo, se havia jogado a toalha, por haver mudado a concepção editorial de meu blog. Reafirmo que não. Não desisti e nem joguei a toalha. Minha mudança de postura se dá em função das baixarias e falta de respeito que permeiam pela blogosfera avaiana. Há uma turma que ainda não resolveu suas mazelas existenciais e está disparando contra os que ainda acreditam no Avaí. Não vou me curvar a isso. Deixo exatamente de escrever o tanto que fazia em respeito aos meus leitores, pois a vontade de dizer um palavrão bem peludo em resposta a isso tudo é enorme, por isso estou contando até dez antes de escrever.

Não faço média com ninguém e a minha palavra me pertence. As pessoas que me conhecem sabem disso, até aqueles que hoje me contestam.

Agora, chega de frescuras e mãos à obra! O Avaí precisa muito mais da gente.

16 comentários:

  1. miro disse...:

    alexandre.enquanto este jogadores, não criarem vergonha nesta cara. não adiante a torcida se mobilizar, diretori se mobilizar e outros. estes cara que se dizem jogadores,não tem um pingo de sentimento humano.para mim estão com pensamento de animais irracionais. os caras não estão nem ai para milhares de torcedores sofrendo a cada partida. vendo os cara entreguarem os jogos na nossas caras e nem ai. acho que o pensamentos deles é o seguinte, a torcida e suas familias que se fodam, eu quero é receber o meu final do mes. esta é a minha opinião sobres este bostas.

    abraços. se quiser publicar publica, se não quiser. deleta.

  1. Anônimo disse...:

    Aos chatos deves somente responder somente com um "então tá". Esquentar com essa gente é pura perda de tempo. Quem te critica é porque não consegue fazer textos do teu nível. Continua porque nós gostamos e é isso que importa. E quanto ao AVAÍ, estaremos sempre juntos. Grande abraço.

    Leitora de todos os dias.

  1. Anônimo disse...:

    Eu tbem concordo, mas estes covardes, sim porque só os covardes cometem tantos erros e depois se escondem. Será que com tanta gente la dentro, nao conseguiremos achar ninguem que de a cara a tapa ? Nao para ser malhado, mas para dizer que jogar a toalha é o cacete ! Dizer que ainda nao acabou. Dizer que precisamos muito da forca de todos e assim chamar o torcedor nao só devolta á Ressacada, mas para uma guerra. O torcedor avaiano gosta de guerra. Estamos acostumados a isso, mas onde está o lider ? Cadê o lider ? Onde esta ele ?
    Eu tenho certeza de que se alguem ali dentro largar a covardia e botar a cara a tapa, chamando o torcedor avaiano para uma guerra, o torcedor vai comprar esta briga pelo que o torcedor é completamente apaixonado. O Avai Futebol Clube !
    O torcedor do Avai é guerreiro sim e seria uma sacanagem dizer o contrario. Sao anos e anos de frio, chuva e sofrimento junto com a Avai e ninguem pode dizer que o torcedor nao estava lá.
    Ninguem vai a uma guerra sem lider, ninguem.
    Abracos
    Marcelo Alves

  1. Serjão Jr disse...:

    Desistir jamais! Perdemos algumas lutas, mas ainda não perdemos a batalha. Estamos juntos!

  1. Aguiar, são torcedores assim como você, Kaká, Serjão, Assis, André, Yan, George, etc Que o Avaí precisa! Muitos não conseguem entender o que é a paixão pelo Avaí, e confundem as coisas nos chamando de "conformados", "coniventes" e outras coisas... O que esses precisam entender é que todos que estão aí, desde jogadores, técnico até diretoria vão passar, mas o AVAÍ FUTEBOL CLUBE vai permanecer, e eu vou estar do lado dele sempre!

    #NósTamoJunto !!!

  1. Kaká, esse osso ninguém larga.

  1. Miro, você tem todo o direito de publicar o que desejar. Se eu concordo ou não é outra história. Vejo que a torcida deve fazer o seu papel e pronto. O que vier daí não pode mais ser consequência. A nossa fase é muito ruim para negociar apoio.

  1. Leitora de todos so dias, os meus leitores têm o meu respeito. Por isso dou satisfações.

  1. Marcelo Alves, pensamos igual. É só uma questão de expressar diferente.

  1. Dinho e Serjão, assim como disse pra Kaká, eu repito: esse osso eu não largo.

  1. Anônimo disse...:

    Paga um bicho bom pra essa cambada pra ver se nao rasgam o cú na grama, acho que ta faltando é isso, Zunino libera uma verba boa antes que seja tarde. EU ACREDITO! VAMOS DAR A VOLTA.





    JC

  1. Hehe, JC. Boa. Gostei dessa.

  1. Fábio Azurra disse...:

    Eu vou aos jogos e continuo torcendo, mas considero missão impossível, isso pelo futebol apresentado até agora.

    Abs

  1. Fábio, nenhuma missão é impossível até que ela se acabe.

Postar um comentário

Os comentários aqui postados sofrerão moderação. Anônimos serão deletados, sem dó, nem piedade.
Não serão aceitos comentários grosseiros com palavrões, xingamentos, denúncias, acusações inverídicas ou sem comprovação e bate-bocas.
Não pese a mão. A crítica deve ser educada e polida.

 
Força Azurra © 2011 | Designed by VPS Hosts, in collaboration with Call of Duty Modern Warfare 3, Jason Aldean Tour and Sister Act Tickets