Alan, o cara

segunda-feira, 8 de agosto de 2011

Na manhã do dia 8 de agosto de 1987, pouco mais das oito horas, a enfermeira da maternidade do Hospital Regional perguntou se eu queria segurar aquele bebê que acabara de nascer. Eu o peguei com todo o cuidado e minhas pernas bambearam. Era o meu primeiro filho, o Alan, e o baque de segurar aquela criaturinha foi enorme. E, a partir daquele momento, percebi também a responsabilidade que se desenhava.

Alan cresceu forte, levado, sapeca, matreiro e muito inteligente. De uma perspicácia absoluta. Sabe identificar o caminho das pedras. Claro que um pouco disso ele perdeu quando virou alvinegro (rsrsrs), mas isso é outra história. Na foto aí estamos vendo quem tem a camisa mais bonita e, é óbvio, que a minha ganha.

O Alan cresceu e se tornou adulto com a dignidade absoluta dos homens que entendem a vida e como contornar seus problemas. É um cidadão, aos 24 anos completados hoje, com a responsabilidade dos fortes a acompanhá-lo.

A única reclamação que tenho dele, é claro, é que está ficando um pouco parrudinho, mas isso é culpa da namorada que sabe fazer uns doces fantásticos. (hoje eu apanho!). Mas, nada que uma boa ergométrica não resolva.

Esse é o cara que todo pai gostaria de ter e eu tenho a sorte de tê-lo como filho. Parabéns, meu filho, te amo muito.

7 comentários:

  1. Adriano Assis disse...:

    Pô Alexandre, você já não cozinha mais na primeira fervura hein!!! Tem filho de 24 anos!!! Parabéns ao Alan, saúde e felicidade!!!

  1. Parabéna ao amigo Alan e parabéns aos amigos Alexandre e Taninha!!! grande abraço em todos!!!

  1. Seu Cunha disse...:

    Filhos!
    Sempre digo que, o homem se transforma com a paternidade, somos uma coisa antes deles e outra depois deles.
    Quem é pai sabe do que eu estou escrevendo, o Alexandre com certeza era bem diferente a 24 anos atrás.
    Parabéns ao Alan, parabéns aos seus entes, todos estão aniversariando no dia de hoje.
    Abraços!

  1. JulioAzzurra disse...:

    Parabéns,

    Curtam bastante este momento único na vida.

    Saudações azzurras,

  1. Alan Aguiar disse...:

    Mesmo ele me falando que iria postar um texto aqui, é como se ele não tivesse avisado, tenho um orgulho enorme em ter esse avaiano como pai, me espelho muito nele, mesmo sabendo que terei que ler uns 3mil livros para chegar perto. É impossivel não ficar com lagrimas nos olhos com esse simples texto, que significa muito mais que qualquer presente, e sempre digo, familia é muito maior do que time de futebol, e por isso temos tanto carinho um pelo outro, não ficarei nem um pouco bravo se meu filho um dia escolher torcer pelo avai (eu sei que ele vai sofrer, tadinho kkkk) mas vou continuar o amando assim como meu pai me ama. Obrigado por tudo Pai, te amo muito.

  1. Serjão Jr disse...:

    Parabéns, Arlan! Acho que camisa alvinegra não lhe cai bem. As cores e o bom gosto ajudam e muito. O pai esta mais jovem que o filho. Hehehe

  1. Carmem disse...:

    Parabéns Arlan, pelo teu aniversário e parabéns pelo pai que tens!
    Parabéns Aguiar, saúde e felicidade para voce, seu filho e sua família.

    Quanto ao Arlan alvinegro, seria perfeição demais para uma só pessoa não achas? Ninguém é perfeito... rsrsrsrs

    Beijo grande!

Postar um comentário

Os comentários aqui postados sofrerão moderação. Anônimos serão deletados, sem dó, nem piedade.
Não serão aceitos comentários grosseiros com palavrões, xingamentos, denúncias, acusações inverídicas ou sem comprovação e bate-bocas.
Não pese a mão. A crítica deve ser educada e polida.

 
Força Azurra © 2011 | Designed by VPS Hosts, in collaboration with Call of Duty Modern Warfare 3, Jason Aldean Tour and Sister Act Tickets